Atelier Daciano da Costa

A História

O atelier foi fundado em 1959 por Daciano da Costa (1930-2005), desde então, desenvolveu as suas múltiplas vertentes de designer. Daciano da Costa foi um dos pioneiros do design industrial em Portugal e projectou para numerosos sectores da indústria nacional.

1959

Fundação do Atelier

O atelier foi fundado em 1959 por Daciano da Costa (1930-2005), desde então, desenvolveu as suas múltiplas vertentes de designer. Daciano da Costa foi um dos pioneiros do design industrial em Portugal e projectou para numerosos sectores da indústria nacional.

Da sua ligação à Metalúrgica da Longra resultaram sucessivas linhas de mobiliário para escritório que, ao longo de mais de três décadas, conheceram uma inédita aceitação por parte do público. Desde muito cedo, Daciano da Costa dedicou–se à concepção de mobiliário e equipamento para ambientes específicos, na complementaridade do projecto de arquitectura e em estreita articulação com ele.

Essa actividade, ligada sobretudo à construção de edifícios públicos, equipamentos colectivos, representativos ou ligados ao turismo, iria contribuir de um modo decisivo para a própria definição da disciplina de Arquitectura de Interiores entre nós.

Ao longo das décadas, o atelier Daciano da Costa afirmou-se como uma referência no panorama profissional do projecto em Portugal, mas também como um atelier - escola. A forte vocação pedagógica do seu mentor permitiu que sucessivas gerações de jovens projectistas se integrassem numa equipa em constante renovação.

Estabelecido desde sempre num território de fronteiras difusas, o atelier tem sabido diversificar a sua actividade em áreas tão diversas como o design urbano, a arte pública, o design de interiores e de mobiliário, a arquitectura e a reabilitação.

Buscar o trivial

“Defendo o princípio de que se deve buscar o trivial e não o excepcional. Estou mais interessado em generalizar a qualidade dos objectos comuns do que em identificar quatro ou cinco. Tenho a mesma postura do que se refere à arquitectura.” 

Daciano da Costa, 1998. Design e Mal-Estar.

Homenagem a Colaboradores Antigos

  • Luiz Ralha | pintor

    1960 - 1961
  • Rogério Ribeiro | pintor

    1960 - 1961
  • Maria Albertina Rodrigues | secretária

    1963 - 1974
  • Manuel Jorge Barbosa | pintor

    1963 - 1974
  • Eduardo Afonso Dias | designer

    1964 - 1970
  • João Ruella Ramos | arquitecto

    1964 - 1966
  • João Segurado | designer

    1964
  • José Brandão | designer gráfico

    1964 - 1966
  • Cristina Reis | pintora | designer

    1960 - 1966
  • José Santa Bárbara | escultor | designer

    1964 - 1966
  • António Mano | marceneiro | maquetista

    1965
  • Fernando Bagulho | arquitecto

    1965 - 1969
  • Cristina Bagulho | arquitecta

    1965 - 1969
  • Cristóvão Macara | eng. técnico | designer

    1965 - 1974
  • Carlos Costa | designer

    1966 - 1999
  • Gilberto Lopes | decorador

    1966 - 1970
  • Jorge Vieira | escultor

    1966 - 1969
  • José Alberto Bartissoll | fotógrafo

    1966 - 1969
  • José Anahory | designer

    1966
  • Tomaz de Figueiredo | pintor

    1966 - 1967
  • Dário Romani | decorador

    1968 - 1969
  • Fernando Carlos Pinto | desenhador

    1968 - 1969
  • Maria da Graça Magalhães | arquitecta

    1968 - 1969
  • Oterelo dos Santos | desenhador

    1968 - 1974
  • Suzete dos Santos | desenhadora

    1968 - 1969
  • John David Bear | designer RCA

    1969 - 1970
  • Jorge Cid | designer

    1970 - 1981
  • Celso Rodrigues | maquetista

    1970 - 1973
  • Pedro Graça | arquitecto

    1970 - 1974
  • Aristides Reis | desenhador

    1971 - 2007
  • Francisco Espinho | arquitecto

    1971 - 1974
  • Guilhermina Campos | decoradora

    1971 - 1979
  • José Barros Gomes | arquitecto

    1971 - 1972
  • Francisco Beja Falcão | arquitecto

    1971 - 1973
  • Manuel Pina | designer

    1971 - 1972
  • Fernando Lemos Gomes | designer

    1971 - 1975
  • Isabel Madeira | secretária

    1972 - 1976
  • José Alves Pereira | engenheiro | designer

    1973 - 1992
  • José Manuel Braga | desenhador

    1973-1975 - 1982-1983
  • Beatriz Alçada | designer gráfica

    1973 - 1974
  • Vasco Lapa | designer gráfico

    1973 - 1974
  • Carlos Simão | desenhador

    1974 - 1976
  • João Pardal Monteiro | arquitecto

    1974 - 1981
  • Pedro Aboim Inglez Cid | arquitecto

    1974 - 1988
  • António Serrano | arquitecto

    1979 - 1986
  • Mercedes Carrôlo | secretária

    1981 - 1996
  • Edgar Mota | designer

    1982 - 1986
  • Filipe Cardoso | designer

    1982 - 2007
  • Catarina Monteiro da Costa | arquitecta

    1984 - 1991
  • João Paulo Martins | arquitecto

    1988 - 2007
  • José Sérgio Spencer | arquitecto

    1988-1990 - 2000-2007
  • Jorge Spencer | arquitecto

    1988 - 2001
  • Richard Schligensiepen | designer

    1989 - 1990
  • Carmen Daehnhardt | arquitecta

    1989 - 2003
  • Luís Borges | desenhador

    1989 - 1992
  • António Matos Veloso | arquitecto

    1989 - 1992
  • Cristina Baptista | secretária

    1989 - 1992
  • Teresa Monteiro da Costa | arquitecta

    1989-1991 - 2003-2007
  • Ana Monteiro da Costa | arquitecta

    1990 - 2007
  • Pedro Lagartinho | arquitecto

    1996 - 1998
  • Francisco Agostinho | arquitecto

    1999 - 2001
  • Mafalda Luz | arquitecta-designer

    1999 - 2001
  • Rosa Moreira | arquitecta-designer

    1999 - 2002
  • António Santos Gomes | arquitecto

    2000 - 2003
  • Ana Rita Reis Costa | arquitecta-designer

    2001 - 2007
  • Maria José Cruz | arquitecta

    2002 - 2003
  • Ana Mafalda Lacerda | arquitecta

    2004 - 2007
  • Maria Vladimira Carvalho | arquitecta

    2005 - 2007
  • Andreia Lima | arquitecta

    2006 - 2007
Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.